sexta-feira, 17 de abril de 2015

Métodos de endereçamento

Como fazer o endereçamento manuscrito em caixas ou envelopes 
Neste livro não poderia deixar de falar neste jeito tradicional, mas ainda bastante utilizado no dia a dia pelas pessoas e empresas, de endereçar correspondências. Por incrível que pareça, a maior parte das correspondências (sejam pacotes ou envelopes) enviadas por pessoas físicas atualmente, ainda são preenchidas de forma manuscrita. Nesse caso específico, as dúvidas mais comuns são: Qual lado do envelope escrever o destinatário? É obrigatório escrever os dados do remetente? Em quanto tempo essa correspondência chega? Posso escrever os dados do remetente e destinatário no mesmo lado da caixa de encomenda? Devo trazer sempre a correspondência aberta para verificação no ato da postagem? Quanto custa para enviar um quilo de tal produto para cidade x? Essas e outras questões serão esclarecidas no decorrer destas aulas.
   Em relação ao preenchimento manuscrito, pelo menos em âmbito nacional, é aconselhável se escrever, de um lado, os dados do destinatário e, do outro, os dados do remetente para mercadorias que serão postadas em caixas não padronizadas; caso a caixa seja adquirida no próprio local de postagem, seguir orientações constantes da própria embalem. Os envelopes simples do mesmo modo: de um lado o destinatário e, no lado das abas do envelope, o remetente. Se o envelope for padronizado, seguir as orientações constantes do envelope. Agora vejamos alguns exemplos do que foi dito acima:
DSC08721.JPGDSC08719.JPGDSC08750.JPGDSC08751.JPG
Observe que a caixa padronizada tipo 1, mostrada acima, por ser de pequeno porte, tem o Destinatário de um lado e o Remetene do outro lado. Já a caixa tipo 2 terá todos os dados escritos no mesmo lado, porém existe uma separação entre destinatário (que deverá ficar sempre em destaque) e remetente. As caixas padronizadas maiores, ou seja, as nº 3,4,5,6,7... terão esta mesma forma de preenchimento. Os envelopes do mesmo modo, conforme imagens acima.
Os dados do remetente, ou seja, a pessoa física ou jurídica que está enviando a correspondência/encomenda são obrigatórios, principalmente quando se trata de postagens registradas (PAC, Sedex, Carta Registrada, Impresso Registrado). Quando se trata de Carta Simples (sem registro) enviada por pessoa física, pode-se enviar sem remetente, porém será taxada como carta comercial. De um modo geral, envie sempre suas correspondências com os dados do remetente, pois em caso de devolução, retornará ao seu endereço com o motivo da não entrega.
   O prazo de entrega de uma correspondência ou encomenda pode variar conforme o destino, dia da postagem, forma de serviço escolhida (expresso ou não expresso) e o horário da postagem. No site dos Correios existe um calculador de prazos onde você pode saber com mais precisão o tempo e prazo de chagada de acordo com o serviço escolhido e a cidade de destino; é só escolher o serviço (carta, sedex, etc) e digitar o CEP de origem e de destino e pedir para o sistema calcular.